Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

Ilha verde

 

ILHA VERDE

 

Verdes são os teus vestidos

Cores de pedra são os teus calçados

Azul é a pista onde tu danças

Escarpados montes são tuas tranças

 

Teus amores são teu povo

Que sempre te deseja de novo

Mesmo em terra longínqua emigrado

Continuas a ser o amor mais desejado

 

De ti, muitos visitantes falam

De tuas flores que perfumes exalam

De tua respiração que são fumarolas

Com tuas paisagens a todos consolas

 

Tu és como o primeiro amor

Cujos beijos são dados com fervor

Nas memórias assentas arraiais

As lembranças de ti são festivais

 

Tuas aves ecoam sons musicais

Que não se confundem com acordes triviais

Tua flora é cabelos ao vento, ondulante 

Tua fauna é vida de produção pululante

 

Tuas nuvens são o nosso opaco véu

Que nos alertam para a inspiração do céu

Tua chuva abundante nos enche de frescura

Tua fragrância nos alivia a solidão e amargura

 

Tua brisa matinal sacia a nossa inquietação

Teu por do sol enche nossos olhos e coração

Tuas noites estreladas são gozo confortante

Estar contigo é melhor que presença de amante

 

Te nomearam de Ilha de Miguel Arcanjo,

Para mim és música e instrumento que tanjo

És amor que me fala, quando meu íntimo sondas

És berço de vida que me embala na crista das ondas

 

JL

publicado por basaltoacoriano às 22:10

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De CMF a 4 de Fevereiro de 2008 às 21:36
Muito bem, custa é começar...

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. O Ciclo da vida na Terra

. MEDO DO DESCONHECIDO

. Ilha verde

. QUEM SOU EU?

.arquivos

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds